Reunião define construção de desvio da ponte na rua Sílvio Búrigo

Uma reunião na noite deste domingo (09) entre o prefeito Joares Ponticelli; o vice-prefeito Caio Tokarski; o coordenador de Proteção e Defesa Civil, coronel Djalma Alves, os secretários municipais; os diretores da Tubarão Saneamento e os representantes da comunidade de Monte Castelo, definiu a interdição temporária da ponte sobre o Rio Corrêa, na rua Silvio Búrigo, acesso sul da cidade.

 

No encontro foi decidido que um desvio será construído, pelo lado esquerdo da via (no sentido sul) atravessando um terreno de propriedade do senhor Fabrício Vitorassi, que permitiu a obra. Tubos tipo ADS serão utilizados para a construção de uma travessia provisória sobre o rio para a passagem de veículos de até cinco toneladas. O desvio e a travessia devem ficar prontos em uma semana, período no qual a travessia ficará obstruída.

 

A Coordenadoria de Proteção e Defesa Civil e outras secretarias municipais observam o local desde as chuvas ocorridas recentemente. Algumas medidas emergenciais foram tomadas, mas, uma das cabeceiras da ponte continuou cedendo, provocando um desnível de mais de 30 centímetros – o que provocou a interdição.

 

A Guarda Municipal de Tubarão (GMT) deslocou equipes para o local que permanecerão até às 23 horas deste domingo, retornando às 6 horas de segunda-feira (10). Uma equipe de técnicos vistoriará a ponte nesta segunda-feira para avaliar as dimensões do problema. Tudo indica que uma nova ponte deverá ser construída. Se for esse o caso, todo o processo deve demorar de seis meses a um ano. Nesse período o desvio será utilizado.

 

Por enquanto, quem precisar entrar ou sair de Tubarão pela rua Sílvio Búrigo, deve utilizar acessos alternativos como a avenida Severiano Albino Corrêa (Fábio Silva) ou a rua São João (Morrotes). É muito importante que as pessoas não insistam em utilizar a ponte.

 

Fonte: Prefeitura Municipal de Tubarão

Posts Relacionados

WhatsApp chat
//]]>