Rota da Baleia Franca une empresários do turismo para fortalecer setor durante a pandemia

Não há dúvida que um dos setores mais atingidos pela pandemia do novo Coronavírus seja o do turismo. Num momento de tantas incertezas, integrar um grupo do ramo que busca se reinventar e encontrar novas alternativas para se adaptar a essa crise pode ser um privilégio.

É o que 40 empresários estão buscando na Rota da Baleia Franca, desde 2015. Núcleo formado por empreendedores de Laguna, Imbituba e Garopaba com o objetivo de fortalecer um roteiro de ecoturismo na baixa temporada, com foco na observação de baleias franca.

Além do destino se enquadrar num novo contexto de turismo, devido à pandemia, que prevê distanciamento social e atividades na natureza, a RBF não se resume às baleias, alia também esportes de aventura, trilhas, praia, cultura, história, observação de aves e outros cetáceos, como os botos pescadores de Laguna.

Foto: Elvis Palma/Agora Laguna/Arquivo

“Fazer parte da Rota da Baleia Franca é muito mais do que estar participando e se beneficiando diretamente das ações de Marketing e capacitações. Entrar para a RBF, é ser o ator principal da transformação de nosso território de um predatório turismo de verão, para um possível destino sustentável de ecoturismo”, afirma o coordenador da RBF, Felipe Uszacki.

O grupo, formado por guias de turismo, condutores ambientais, artesãos, proprietários de pousadas, hotéis, restaurantes, representantes de associações, instituições e do poder público, com apoio do Sebrae e Prefeituras, está se desenvolvendo com base em quatro pilares: melhoria do ambiente de negócios, sustentabilidade, representatividade e governança.

Capacitações e sustentabilidade

A Rota da Baleia Franca tem como visão se tornar referência em ecoturismo e observação de baleias, com diversidade de atrativos e práticas de sustentabilidade. Para isso, há alguns anos vem implementando capacitações e workshops nessa área.

“Nós temos muito orgulho de participar desse núcleo. Éramos uma pousada informal quando entramos para a Rota. Com o passar do tempo, com todo o engajamento, alguns cursos, palestras, treinamentos, visita para diagnóstico da pousada, tudo foi contribuindo para nosso crescimento. Nos formalizamos devido ao incentivo da Rota”, revela Tatiane Silva, proprietária da Pousada Swell Bangalôs, do Farol de Santa Marta .

Com o contexto da pandemia, as capacitações serão realizadas virtualmente. A primeira aconteceu essa semana com o tema “Baleias na prática”, ministrada pela bióloga e diretora do Instituto Australis, Karina Groch, com organização da gestora ambiental e condutora ambiental que integra no núcleo, Cristiane Bossoni.

Uma das diretrizes do grupo é incluir os próprios nucleados na organização e acompanhamento de algumas ações, como capacitações, organização de eventos (paralisados neste momento), marketing e gerenciamento de site, por exemplo.

A próxima palestra será sobre “Destinos turísticos inteligentes”, com Professor Ricardo Gomes Ramos, do IFSC Garopaba, no dia 19 de agosto, das 16h30 às 18h30. Seguindo a programação, já está agendada outra sobre Golfinhos e Observação de Botos na RBF, com Projeto Cetáceos e o Guia de Turismo Julio Vicente.

“Na sequência teremos o ciclo de palestras “Conhecendo as origens da cidades da Rota da Baleia Franca”, que irão contar um pouco da história dos municípios de Laguna, Imbituba e Garopaba”, afirmou Bossoni. Além de estarem previstas capacitações sobre associativismo, comercialização e estruturação de tarifários.

Consultorias para os empresários

O grupo foi selecionado pelo SEBRAE para receber um programa de consultoria online, para preparar os negócios para o mundo digitalizado. As 20 vagas oferecidas já foram preenchidas e outras consultorias já estão previstas para os participantes do núcleo.

Diretrizes estratégicas

A RBF segue quatro diretrizes estratégicas, são elas:

– Melhoria do ambiente de negócios: mídias sociais, site, feiras de turismo, festivais gastronômicos, press trips, tour virtual e materiais impressos.

-Sustentabilidade: capacitações para o trade, consultorias, formatação de roteiros e produtos, campanhas educativas e projetos de sustentabilidade.

-Representatividade: assessoria de imprensa, inserções artísticas, certificado de excelência, outdoors, ações de infraestrutura e encontros dos conselhos municipais de turismo.

-Governança: pesquisa de demanda e prestação de contas

O que é a Rota da Baleia Franca?

A Rota da Baleia Franca é fruto de um projeto desenvolvido pelo Sebrae com o apoio das Prefeituras de Garopaba, Imbituba e Laguna, além da SANTUR e Ministério do Turismo. Atualmente é coordenada pelos empresários, através do Núcleo da Rota da Baleia Franca, desenvolvido pela FACISC – Federação das Associações Empresariais de SC, com suporte das Associações Comerciais de Garopaba, Imbituba e Laguna.

Como fazer parte da RBF?

Mais informações com o coordenador Felipe Uszacki, no contato: (48)99144-1352.

Saiba mais no site: www.rotabaleiafranca.com.br

Facebook: https://www.facebook.com/rotadabaleiafranca

Instagram: @rotadabaleiafranca

 

Retirado de: Agora Laguna

Posts Relacionados

WhatsApp chat
//]]>